banner01

O que causam as micoses? Veja como prevenir o problema

O que é micose?

A Micose, também conhecida como dermatofitose, infecção dermatofítica ou ``tinha'', é infecção da pele causada por fungos. Micose é um termo genérico que geralmente é usado especificamente para descrever a tinha do corpo (micose do corpo), embora às vezes possa ser usada para descrever a infecção da tinha em outros locais, como a micose da virilha.

A infecção aparece inicialmente como manchas vermelhas nas áreas afetadas da pele e, posteriormente, pode se espalhar para outras partes do corpo, principalmente, couro cabeludo, pés, unhas, virilha, barba ou outras áreas .

Quais são os sintomas da micose

Os sintomas variam dependendo de onde você está infectado. Com uma infecção de pele , você pode ter os seguintes sinais:

  • Áreas vermelhas que coçam ou com a pele levantada, como se fossem placas.
  • Manchas que desenvolvem bolhas ou pústulas
  • Manchas que podem ser mais vermelhas nas bordas externas ou se assemelhar a um anel
  • Remendos com bordas que são definidas e elevadas.

Se você está tendo dermatofitose nas unhas, elas podem ficar mais espessas ou descoloridas, ou podem começar a rachar. Isso é chamado de onicomicose dermatofítica ou tinea unguium. Se o local afetado for o couro cabeludo, o cabelo ao redor pode quebrar ou cair e áreas sem cabelo em formato de círculo podem aparecer, é a chamada cientificamente de tinea capitis

Clique aqui para receber dicas de saúde direto no seu e-mail

Quais são as causas da micose

Três tipos diferentes de fungos podem causar micose: Trichophyton , Microsporum e Epidermophyton, sendo que os 3 fungos podem viver por longos períodos no solo.

Além disso, a infecção também pode se espalhar pelo contato com animais ou humanos infectados (Falaremos mais adiante como prevenir que a micose passe de pessoa para pessoa.) Além disso, é comum que a infecção se dissemine entre crianças e pelo compartilhamento de itens que abriguem o fungo. 

Existem diferentes tipos de micose que os médicos costumam classificar de acordo com a área do corpo atingida. São eles:

  • Micose do couro cabeludo (tinea capitis) geralmente começa como escamação isolada no couro cabeludo que se desenvolve em manchas calvas com coceira e descamação. É mais comum entre crianças .
  •  Micose do corpo (tinea corporis): frequentemente surge  como manchas com a forma característica de anel redondo.
  • Micose de virilha (tinea cruris) refere-se à infecção de micose na pele ao redor da virilha, parte interna das coxas e nádegas. É mais comum em homens e meninos adolescentes.
  • Pé de atleta (tinea pedis): nome popular para a micose que atinge os pés, sendo frequentemente observada em pessoas que andam descalças em locais públicos onde a infecção pode se espalhar, como vestiários, chuveiros e piscinas.

    Veja também: Consulta por telemedicina é mais "fria"? Clique aqui e entenda melhor.

Como tratar a micose 

Seu médico pode recomendar medicamentos e ajustes de estilo de vida para tratar a micose.

Medicamentos: o profissional de saúde pode prescrever vários medicamentos, dependendo da gravidade da infecção por micose A micose da virilha, pé de atleta e micose do corpo podem ser tratados com medicamentos tópicos , como cremes antifúngicos, pomadas, géis ou sprays, que são facilmente encontrados em farmácias.

A micose do couro cabeludo ou das unhas pode exigir medicamentos orais com prescrição, como griseofulvina (Gris-PEG) ou terbinafina.

Medicamentos de venda livre  e cremes antifúngicos para a pele também podem ser recomendados. Esses produtos podem conter clotrimazol, miconazol, terbinafina ou outros ingredientes relacionados. 

Importante: não use medicamentos por conta própria, pois, além de você estar se colocando em risco, esses medicamentos podem não ser os mais indicados para o seu caso, piorando a infecção. 

Mudanças de estilo de vida: além da prescrição e da medicação, o médico pode recomendar que você cuide de sua infecção em casa:

  • Trocar a roupa de cama e roupas diariamente durante uma infecção de micose
  • Se secar bem após o banho, sobretudo, a área afetada pela infecção.
  • Usar roupas largas nas áreas afetadas. Nada que roupas apertadas, pois isso só piora o problema,

Como prevenir a micose

A prática de comportamentos saudáveis ​​e higiênicos pode prevenir a micose. A boa notícia é que é possível prevenir as micoses com atitudes simples e mudanças comportamentais. Vamos às principais, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia:

  • Use chinelos em vestiários, piscinas, saunas e academias
  • Não compartilhe toalhas, chinelos e roupas de banho
  • Seque bem o corpo, principalmente nas dobras, como axilas, virilha e entre os dedos dos pés
  • Não fique com as roupas molhadas
  • Use apenas o próprio material quando for à manicure
  • Não use calçados fechados por longos períodos de tempo.

Com essas dicas, temos certeza que você estará livre das micoses. Caso queira novas dicas ou entender melhor sobre micoses e outras doenças fúngicas, fale com o seu médico de família de confiança.

Clique aqui para receber dicas de saúde direto no seu e-mail

Não vá embora!  Confira os artigos que separamos especialmente para você.

Pele ressecada? Confira dicas para acabar com esse problema. Clique aqui. 

Exame de toque é o único jeito de detectar o câncer de próstata? Clique aqui.

Diabetes: existe uma alimentação ideal para quem sofre da doença? Clique aqui.

Sem tabu: benefícios do sexo vão muito além do que você imagina. Clique aqui