banner01

O que é AVC: principais causas, sintomas e como prevenir

Homem de meia idade sorrindo

O AVC, sigla para Acidente Vascular Cerebral, conhecido popularmente como derrame, é uma das maiores causas de morte e incapacidade no mundo, gerando altos custos sociais, humanos e financeiros.

Em 2013 cerca de 11 milhões de pessoas no mundo sofreram um AVC, sendo que no Brasil, já é a doença que causa mais mortes. 

Por estar, muitas vezes, relacionado ao estilo de vida, o número de pessoas que sofrem um AVC cresce ano após ano. Segundo dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde, as longas jornadas de trabalho estão levando à morte por derrame de cada vez mais pessoas.

Por isso, o blog da Amparo Saúde preparou esse artigo com tudo que você precisa saber sobre derrame e como preveni-lo

13_Fatores de risco AVC

Fatores de risco para o AVC

O que é o AVC

O Acidente Vascular Cerebral acontece quando o fluxo de sangue que chega pelos vasos a uma região do cérebro é interrompido ou reduzido drasticamente. Com isso, essa região para de receber oxigênio e nutrientes, causando a morte das células e prejudicando o funcionamento do órgão. 

O AVC é uma emergência médica e pode levar à morte ou causar sequelas, dependendo do tecido atingido e da gravidade do dano.

Existem dois tipos de AVCs:

  • AVC hemorrágico: ocorre quando um vaso cerebral é interrompido, causando hemorragia. Apesar de ser menos comum, com 20% dos casos, costuma causar mais mortes que o AVC isquêmico.
  • AVC isquêmico:  ao contrário do do tipo hemorrágico, em um AVC isquêmico o vaso cerebral não se rompe, mas é obstruído por algum motivo, impedindo que o cérebro receba oxigênio.

Quais são os sintomas de um AVC

Quanto mais cedo é feito o atendimento médico de uma pessoa que está tendo um AVC, melhores são os prognósticos e a chance de sobrevivência

Por isso, preste atenção nos principais sinais de alerta que o corpo envia:  

Paralisia ou dormência: um dos sintomas mais comuns do derrame é a dormência repentina que atinge, geralmente, rosto, braço ou perna. 

Em alguns casos, paralisia e fraqueza também podem se manifestar.

Geralmente, esses sintomas atingem apenas um lado do corpo.

Problemas de visão: a visão pode ficar repentinamente turva, dobrada ou escurecida em um ou ambos os olhos.

Dor de cabeça: dores de cabeça muito fortes e repentinas são sintomas de AVC. Essas dores podem vir acompanhadas de vômitos e náuseas.

Dificuldades de fala: subitamente fica difícil concluir frases ou encontrar as palavras para falar.

Alteração da consciência: é bastante comum durante um AVC a pessoa ficar confusa e com dificuldade para entender o que as outras pessoas estão falando.

Importante: caso você esteja sentindo um desses sintomas, procure um serviço médico imediatamente. Cada minuto importa quando o assunto é o tratamento do derrame.

Clique aqui para receber dicas de saúde direto no seu e-mail

Como prevenir um AVC

Além de seguir as orientações do seu médico de confiança, o melhor jeito de prevenir os derrames é por meio de uma mudança profunda de estilo de vida: mais saudável e ativo.

A seguir, listamos um conjunto de mudanças que vão te ajudar a prevenir um derrame e ter mais saúde ao longo da vida.

Essas orientações são muito semelhantes àquelas para a prevenção de doenças cardíacas. Vamos a elas:

  • Controle a sua hipertensão: essa orientação é fundamental, caso você queira prevenir um derrame. Uma maneira de fazer isso é adotando uma alimentação saudável e praticando exercícios físicos regularmente.

Além disso, medicamentos podem ser necessários, dependendo do caso.

  • Mude a sua alimentação: a dieta correta ajuda a controlar a sua hipertensão e diminuir o risco de AVC. 

Dê preferência sempre para alimentos in natura e abuse de frutas, vegetais e legumes. Alimentos ultraprocessados devem ser evitados ao máximo por serem ricos em gorduras, principalmente a gordura trans, e sódio. 

Por outro lado, grãos integrais, como arroz integral e aveia, azeite de oliva, nozes e peixes são permitidos.

Quer entender melhor quais são os alimentos que ajudam na prevenção do AVC? Fale com a gente.

Clique aqui para receber dicas de saúde direto no seu e-mail

  • Pratique exercícios físicos regularmente: exercícios físicos aeróbicos, como corrida, caminhada e bicicleta, ajudam muito a prevenir a doença porque diminuem a pressão arterial, aumentam o colesterol bom no sangue e fortalecem as paredes dos vasos sanguíneos e coração.

E como se esses benefícios já não fossem suficientes, os exercícios também reduzem o estresse e ajudam na perda de peso.

         Dica da Amparo Saúde: comece a praticar exercícios aos poucos e faça o exercício que               mais te dê prazer!

  • Controle o seu colesterol: o colesterol se acumula na parede dos vasos, veias e artérias, e, com o tempo, atrapalha a circulação do sangue.

        Você pode controlar o seu colesterol por meio de uma dieta adequada, comendo menos             gordura saturada e gordura trans, ou por medicamentos caso o seu médico ache                           necessário.

        Dica da Amparo Saúde: consuma alimentos que ajudem a aumentar o seu HDL, o                       famoso “colesterol bom” e reduzir o LDL, o “colesterol ruim”. Chocolate amargo, nozes,                 soja, abacate e aveia são alguns desses alimentos aliados.

  • Controle o diabetes: o diabetes causa uma série de alterações no organismo que aumentam o risco de coágulos potencialmente perigosos. Por isso, siga as orientações do seu médico e gerencie bem o seu diabetes.

Enquanto isso, fique bem informado com o nosso artigo sobre o diabetes melitus.

  • Mantenha um peso saudável: o excesso de peso está relacionado a outros fatores de risco para o AVC, como diabetes, colesterol alto e hipertensão. 

Perdendo peso e gordura, principalmente a gordura abdominal, você reduz o risco de ter um AVC e outras doenças cardiovasculares. 

Faça isso pela sua saúde e qualidade de vida!

Outras dicas para prevenir o AVC: pare de fumar, beba com moderação, não use drogas ilícitas e trate a sua apneia do sono.

Como a Atenção Primária pode ajudar na prevenção do AVC

A APS enxerga o paciente como um todo, buscando sempre ações personalizadas que aumentem a sua qualidade de vida no longo prazo e ajudem a diminuir o risco de desenvolver doenças crônicas, como as doenças cardiovasculares. 

Por isso, a APS é um modelo que pode ajudar muito a prevenir e tratar o AVC.

Nós da Amparo Saúde somos pioneiros em APS no Brasil e temos uma equipe multidisciplinar de profissionais prontos para te atender.